Douro Valley - Voltar ao Início
InglêsCastellano

Gastronomia

A gastronomia da região é sem dúvida um dos seus tesouros mais importantes, seduzindo qualquer pessoa, independentemente dos gostos culinários. Os restaurantes são abundantes na região, sendo que a maior parte serve comida típica portuguesa. Muitos deles servem produtos produzidos na região, por eles próprios ou por agricultores e pastores da zona.

O vinho acompanha qualquer refeição | © Melanie AntunesFeijoada | © Melanie AntunesAlheira e grelos | © Melanie AntunesRefeição durante as vindimas do Douro | © Emanuel RochaMorangos plantados no Douro, acabados de colher | © Melanie AntunesO pão e o presunto são uma presença forte na gastronomia do Douro | © Turismo do DouroLeite-creme, cerejas e doces conventuais | © Turismo do Douro

Sugestões
Veja Pontos de Interesse relacionados:
Restauração

Os sabores da região são intensos, desde os aperitivos até ao prato principal são paladares que nunca mais se esquecem. As refeições com mais destaque são:

Carne

Existe uma imensidão de pratos de carne, sendo estes os principais: cabrito assado no forno, acompanhado com arroz e batatas; javali estufado; posta mirandesa; cozido à portuguesa; perdiz assada no espeto; arroz de cabidela, feijoada à trasmontana.

Peixe

O peixe da região é pescado no rio Douro e nos seus afluentes, sendo comido em escabeche ou frito. O bacalhau também é muito utilizado como alternativa aos pratos de carne.

Doces

A doçaria regional faz-nos esquecer qualquer dieta ou recomendação do médico. Os doces conventuais como os peixinhos de chila ou o biscoito da Teixeira são famosos na região. O pão-de-ló e o bolo-rei são abundantes, principalmente nas épocas festivas. O arroz doce e a aletria também são especialidades na região.

Acompanhamentos

O pão tradicional acompanha qualquer refeição, podendo ser recheado com carne ou elaborado à base de azeite. Pode ser barrado com mel regional ou compotas caseiras. Os queijos artesanais e o fumeiro regional comem-se a qualquer hora do dia, simples ou com um pouco de pão.

Frutos

Existe uma grande variedade de frutos na região, colhidos em várias alturas do ano. As cerejas, as amêndoas e as maçãs são abundantes. Nos meses mais frios comem-se castanhas assadas, nozes, dióspiros e tangerinas. A azeitona e a uva são os principais frutos da região, embora sejam mais utilizados para confecionar azeite e vinho, respetivamente, do que para consumo direto.

Temperos

O azeite é utilizado na maioria das refeições, seja na sua confeção ou após cozinhadas, como molho. Qualquer prato é temperado com sal, embora este possa ser substituído por ervas aromáticas, que abundam na região. O alecrim, a salsa e o loureiro são as ervas mais utilizadas, principalmente na confecção de carnes.

Bebidas

Antes de iniciar a refeição, nada melhor do que um cálice de vinho do Porto para abrir o apetite. O vinho de Favaios também é servido como aperitivo, ao contrário dos vinhos de mesa, que acompanham o prato principal. Os licores produzidos na região, que resultam de uma mistura entre aguardente fina e frutos como o medronho, a amora ou a cereja, servem como digestivo, substituindo o internacional scotch. Para os não apreciadores de bebidas alcoólicas os sumos naturais são sempre um regalo, assim como os chás de ervas aromáticas. No Douro existem muitas nascentes de onde brota água potável, fresca e cristalina.

Clique para Maximizar

abrir mapa

Fechar
A minha Viagem
Filtro de Conteúdos
© Douro Valley 2011 | Todos os direitos reservados