Douro Valley - Voltar ao Início
InglêsCastellano
InícioGeralAtrativosPaisagem vinhateira

Paisagem Vinhateira

O Douro é uma região intrinsecamente ligada à produção dos seus vinhos. Como tal, a paisagem encontra-se esculpida em prol do vinho, assim como hábitos da região são moldados segundo a sua produção. Os socalcos, a imensidão de videiras e o rio Douro são os principais constituintes de uma vista tão ímpar.

Vinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro com cores de Outono | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroHarvest time | © Miguel MoraisVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroFolhas de videiras no Outono | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroVinhas no Douro | © Museu do DouroAlto Douro Vinhateiro | © Melanie AntunesCasas situadas numa encosta, rodeadas por vinhas | © Melanie AntunesVideiras no concelho de Vila Nova de Foz Côa | © Melanie AntunesPaisagem no Douro | © Judite RochaPaisagem no Douro | © Judite Rocha

Sugestões
Veja Pontos de Interesse relacionados:
Quintas

No Alto Douro Vinhateiro a paisagem é marcada pelos socalcos, que moldam a face dos montes, pairando sobre o rio cristalino. As águas espelham os imensos vinhedos, mudando de cor a cada estação. Os seus matizes vão desde o verde aos castanhos dourados, passando pelos tons laranjas e vermelhos. Por entre as folhas sobressaem as uvas brancas ou tintas, mais ou menos escuras, consoante a casta. Os cachos bem preenchidos e coloridos são dignos de qualquer mesa, apesar de grande parte deles estarem destinados à produção dos vinhos.

No mês de setembro as encostas do Douro enchem-se de pessoas que ali se dirigem para vindimar os montes, por forma a obter do fruto mágico o vinho do Porto e os vinhos de mesa.

A paisagem única da zona vinhateira do Douro foi uma das razões para a atribuição do título de Património da Humanidade, em 2001. Um dos critérios em que a UNESCO se baseou demonstra a importância da moldagem da paisagem pela mão humana, tirando partido de uma terra geograficamente estéril, através de métodos tradicionais. “Constituir um exemplo excecional de habitat ou estabelecimento humano tradicional ou do uso da terra, que seja representativo de uma cultura ou de culturas, especialmente as que se tenham tornado vulneráveis por efeitos de mudanças irreversíveis” (UNESCO, critério V da conservação do Património).

Os outros dois critérios acabam, também, por estar relacionados com a atividade vitícola da região. O critério III ressalva os testemunhos de civilizações antigas, algumas das quais eram produtoras de vinho, como é o caso dos romanos, que deixaram vestígios como lagares em pedra (critério IV, exemplar excecional de conjunto arquitetónico). Há, portanto, provas da existência e do cultivo de videiras, na região, desde há, pelo menos, dois mil anos.

A paisagem do Douro demonstra a sua ligação profunda e milenar à cultura do vinho, proporcionando um quadro onde o Homem e a Natureza trabalham lado a lado, em busca de uma bebida perfeita.

Clique para Maximizar

abrir mapa

Fechar
A minha Viagem
Filtro de Conteúdos
© Douro Valley 2011 | Todos os direitos reservados